Arquivo | Diário de Bordo RSS feed for this section

Equipes estão na estrada há três dias

8 maio

A equipe da região Oeste teve dificuldade de encontrar os produtores rurais em suas propriedades. Em Campo Novo do Parecis, viram muitas lavouras de girassol e milho pipoca.  Na região Sul, em Jaciara e Campo Verde, choveu razoavelmente bem e os produtores ficaram mais tranquilos. Já na região Leste, entre Canarana e Vila dos Baianos, muitas áreas de milheto. As equipes do Circuito Tecnológico Etapa Milho percorreram as fazendas de Mato Grosso pelo terceiro dia.

Circuito Tecnológico Milho2

Equipes percorrem mais de 1200 km no primeiro dia de expedição

6 maio

As equipes do Circuito Tecnológico Etapa Milho já cumpriram seu primeiro dia de viagem. Na região Oeste foram visitadas 14 propriedades em dois municípios, Campos de Júlio e Sapezal. Por lá, os produtores estão preocupados com a falta de chuva. Ela é necessária neste estágio para fechar o ciclo da lavoura de milho.

05-05 024

No Leste, a equipe rodou pelos municípios de Nova Xavantina e Água Boa. Lá, os técnicos verificaram a presença de culturas que tem a função de recuperação de áreas, como o milheto e a crotalária. Também áreas de primeira safra sendo preparadas para a soja na safra 2014/15.

Já na primeira cidade visitada na região Sul, Alto Taquari, a equipe teve dificuldade de encontrar milho. Muitas áreas foram arrendadas para o plantio de cana-de-açúcar para a usina ETH. Em Alto Garças, duas realidades diferentes, um produtor rural contou que está saindo da atividade porque tem dificuldade em custear a safra e, em outra propriedade, o produtor estava com a lavoura em excelentes condições e boa produtividade, só aguardando a última chuva para fechar a safra.

Na região Norte, a equipe visitou propriedades de Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, percorrendo 291 quilômetros. Foram aplicados nove questionários e preenchidas dez boletas em treze fazendas. O Circuito Tecnológico Etapa Milho é realizado pela Aprosoja e Embrapa, com apoio do IMEA, patrocínio da Syngenta e Agroeste e parceria da Land Rover Caramori.

???????????????????????????????

Diário de Bordo – segunda semana

29 out

Na segunda semana do Circuito Tecnológico (22 a 26 de outubro), as equipes percorreram um total de 8.447 quilômetros, nas regiões Sul e Leste, aplicaram 159 questionários e coletaram 184 amostras, entre fertilizantes e sementes. Estes números contam no ‘Diário de Bordo’ das equipes participantes.

Na primeira semana, de 15 a 19 de outubro, as equipes percorreram um total de 8.648 quilômetros, aplicaram 181 questionários, e coletaram 261 amostras, entre sementes e fertilizantes.

A primeira semana focou os municípios das regiões Oeste e Norte, percorrendo cidades como Diamantino, Deciolândia, Tangará da Serra, Campo Novo do Parecis, Campos de Júlio, Sapezal, Sinop, Sorriso, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Tapurah, Vera, Santa Carmem.

Já a segunda semana, os técnicos da Aprosoja visitaram propriedades em municípios como Rondonópolis, Jaciara, Itiquira, Alto Taquari, Alto Garças, Primavera do Leste, Campo Verde, Paranatinga, Santo Antônio do Leste, Gaúcha do Norte, Ribeirão Cascalheira, Barra do Garças, Água Boa, Canarana, Querência, Nova Xavantina.

Os resultados finais do Circuito serão divulgados no final do mês de novembro.

Tempo contrastante

16 out

No primeiro dia de campo do Circuito Tecnológico as cinco equipes visitaram 32 propriedades, ao longo da BR-163, BR-364 e MT-010, a grande maioria pertencentes aos municípios de Diamantino e Nova Mutum. De forma geral, os relatos são de chuvas espaças e com irregularidade, porém nada que comprometa o plantio da soja para esta safra 2012/13. As rodadas iniciaram na última segunda (15.10) e esta semana serão percorridas as propriedades nas regiões Norte e Oeste do estado.

A equipe um, coordenada pela supervisora Susiane Azevedo, informou que das oito propriedades visitadas na região de Diamantino, seis tinham paralisado o plantio devido à falta de chuva. “Alguns já estão há uma semana sem plantar, outros pararam no sábado passado. No geral, as propriedades já estavam com 20 a 60% do plantio realizado, restando pouco para finalizar”, informou Susiane. A equipe dela conta ainda com dois alunos, um da Universidade Federal de Mato Grosso e um da Univag.

O gerente institucional da Aprosoja e coordenador da equipe três, Nery Ribas, ressaltou que em algumas propriedades ao longo da BR-163 muitas áreas estavam com plantio parado ou nem se quer tinham iniciado o plantio devido a falta de chuva

Já na MT-235, no trecho entre Nova Mutum a Santa Rita do Trivelato, a equipe dois, liderada pela supervisora Franciele Dal’Maso, as condições climáticas encontradas foram melhores do que as vistas na região de Diamantino. “Choveu no dia anterior da nossa visita, aproximadamente 50 milímetros e encontramos vários produtores plantando. Muitos estavam animados, principalmente porque irão conseguir terminar o plantio da soja a tempo de pegar a janela ideal para o plantio da segunda safra com milho, a partir de janeiro e fevereiro”, relatou Franciele.

Na propriedade de Ariberto Claas e do filho André Claas, o plantio segue acelerado. Eles aproveitaram os 10 milímetros de chuva que caiu do último sábado (13) e estão dando sequência ao plantio de soja. Até o momento, já semearam 70% dos 500 hectares que serão cultivados nesta safra.

Em todas as visitas a receptividade por parte dos produtores têm sido excelente. O produtor Natal Vitório Raimundo, participa pelo segundo ano do Circuito Tecnológico e destacou que utiliza as informações enviadas pela Aprosoja no dia a dia da gestão da propriedade. “São informações valiosas, que nos ajudam muito, por isso faço questão de participar”, destacou Raimundo.

Esta primeira semana do Circuito Tecnológico segue até o dia 19. O objetivo da expedição é coletar sementes e fertilizantes, que serão analisados por laboratórios credenciados. Os resultados irão auxiliar o produtor na tomada de decisão na hora de adquirir os insumos e servem se subsídios para a Aprosoja pleitear fiscalizações e outras providências do Ministério da Agricultura.

No primeiro dia foram realizadas 49 coletas, entre sementes e fertilizantes.

Balanço da semana – equipe 4

28 out

A segunda semana da equipe 4 foi muito produtiva. Apesar das más condições de estrada, foi possível visitar propriedades e conferir in loco como a gestão familiar pode reduzir custos. Clique abaixo e ouça na íntegra o depoimento do coordenador da equipe, Nery Ribas.

“Tamo feliz!”

21 out

Pra entrar no clima de sexta-feira… em que as equipes começam a voltar para casa para um bom descanso depois de uma semana puxadíssima… nada como ficar com o super animado Nery Ribas… que colocou todo mundo da equipe 4 para tomar chimarrão e tereré… e ainda foi o DJ da caminhonete… onde só tocou… adivinha? “Música de gaúcho!” Clique aí e se divirta, afinal, como ele diz: “tamo feliz!”

Cenas de bastidores…

19 out

Aprosoja toma rodovias do Estado: largada do Circuito Tecnológico

Equipe 5 com a mão na massa!

Depois de um dia duro de trabalho, nada como uma matrinxã by Naildo Lopes!

E nasce um jornalista... Eliandro Zaffari

 

Os 'bam bam bans' da equipe 2

 

Uma sombrinha merecida pra equipe 1